quarta-feira, 27 de outubro de 2010

?

No escuro de pé, não posso esquecer(nem ao menos fechar os olhos).Até mesmo quando sei que o tempo ainda não nos alcançou.
Você nunca pediu por isso, mesmo assim te trouxe a tempestade.E quando me afastei só cheguei longe o bastante para olhar para trás pela primeira vez, quando eu me afastei foi que você me chamou.
Zapeando os canais da minha vida como quem não quer nada.Quis ser maior no seu mundo, fazer história, ganhar do medo que se mostra gigante e se faz visível nas ruas.Uma vez tomado pelo medo, não importava o quanto relutasse, não podia vencer, meus olhos, não sozinho.
Eu podia ver você de onde estava, mesmo assim me despedi frio.
-E eu via mais que você. Eu te conhecia tão bem, que com um olhar, eu já sabia até o que estava pensando em fazer no final de semana que vem. E não me agradava.
-Final de semana que vem eu queria lhe mostrar o mundo
Lembro que fiz as horas correrem mais devagar,só pra passar mais tempo com seu sorriso.Era muito mais do que um simples carinho, e era isso que estava fazendo história. Pela primeira vez, eu sentia mais do que carinho. Mas ainda não tinha descoberto se isso era bom ou ruim.Pela primeira vez, eu pagava pra ver.Peguei uma moeda no pote, a joguei pra cima e gritei meu pedido bem alto.
-Não ache motivos assim, não tenta achar desculpa, é fácil dizer não, você já fez isso muitas vezes
-Tenho milhões deles.
-Por ti troquei muitos certos por um incerto quase impossível, prefiro a dificuldade do teu sorriso, do que a certeza de todos outros
-Nunca pedi, agradeço

Um comentário:

  1. Conheço isso de algum lugar, hm. UYASGDYUSGD Ficou lindo!

    ResponderExcluir